A nova classificação dos alimentos faz parte do novo Guia Alimentar para a População Brasileira, que tem como objetivo promover a alimentação saudável e informar a qualidade dos alimentos considerando o seu grau de processamento.

Nesta nova abordagem, o Novo Guia Alimentar apresenta quatro classificações para os alimentos, sendo in natura, minimamente processado, processado e ultra processado.

Abaixo, trouxemos uma breve explicação sobre cada grupo e alguns exemplos de alimentos que os compõem:

  1. Alimento in natura

Segundo a nova classificação, são alimentos obtidos diretamente da natureza e que não sofreram nenhuma modificação na sua composição até seu consumo final.

Citamos como exemplo frutas, verduras, legumes, ovos, carnes e peixes.

Esses alimentos devem ser a base da nossa alimentação, pois são fontes de vitaminas e minerais, micronutrientes essenciais para o funcionamento adequado do metabolismo.

nova_classificação_alimento_in_natura

  1. Alimento minimamente processado

São aqueles alimentos obtidos da natureza, porém que passaram por processos mínimos na indústria como, limpeza, moagem, secagem, pasteurização e/ ou remoção de partes.

Podem ser exemplos deste grupo alimentos como arroz, feijões, cogumelos, frutas secas e sucos de frutas sem adição de açúcares.

Esta categoria também deve fazer parte da nossa alimentação, pois seu consumo é importante, principalmente para fornecer energia para o nosso organismo.

nova_classificação_minimamente_processados

  1. Alimento processado

Os alimentos processados são aqueles que receberam a adição de substâncias para aumentar sua durabilidade e sabor. As principais substâncias adicionadas são: açúcar, sal, óleo e vinagre.

São exemplos deste grupo frutas em calda, pães, queijos, enlatados, carne seca e extrato de tomate.

Estes alimentos devem ser consumidos com moderação, pois como são ricos em sódio e açúcares, o consumo em excesso pode facilitar o aparecimento de doenças metabólicas como diabetes tipo 2 e hipertensão.

nova_classificação_queijo

  1. Alimento ultra processado

Conforme descrito pela nova classificação, o grupo de alimentos ultra processados são produtos alimentícios formulados pela indústria que passam por diversos processos, com a adição de diversas substâncias químicas (aditivos alimentares) como: conservantes, corantes, espessantes, aromatizantes, realçador de sabor e por isso não são considerados comida de verdade, pois são pobres em nutrientes e ricos em substâncias prejudiciais à saúde.

Podemos trazer como exemplo deste grupo, alimentos como biscoitos recheados, lasanha congelada, macarrão instantâneo, refrigerantes, suco em pó, barrinha de cereal, embutidos e muitos outros produtos que possuem geralmente mais de 5 ingredientes na sua composição.

O consumo destes alimentos deve ser evitado pois, como são pobres nutricionalmente e ainda podem promover diversas doenças crônicas não transmissíveis, como agravos cardiovasculares e respiratórios, diabetes, cânceres, além do excesso de peso e obesidade, por ser alimentos extremamente calóricos.

nova_classificação_ultraprocessados

Qual destas categorias de alimentos você mais consome? Como está a qualidade da sua alimentação?

autor_nova_classificacao

Compartilhar: